top of page
blog_fied.png

CPA 2023.1, comissão intensifica ações para conscientização sobre o Processo Avaliativo da FIED


Com ações intensificadas que foram desde a sensibilização digital até a conscientização em momentos realizados em todos os campi da Instituição a Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Faculdade FIED segue firme com o objetivo de fortalecer a “cultura avaliativa”, nos vários âmbitos da instituição. A sensibilização da comunidade acadêmica para os processos avaliativos necessários à FIED tem sido a maior prioridade da comissão, segundo sua coordenadora, Professora Especialista Kátia Freire, que chama atenção para a importância da participação de toda a comunidade acadêmica no processo avaliativo.


A fim de cumprir o maior desafio para o período, que é ampliar o diálogo com toda a comunidade universitária para fortalecer a cultura de avaliação, a CPA – que é composta por cinco representantes de diversos segmentos da FIED e um membro da Sociedade Civil – “trabalha para que a Instituição pense sobre si mesma, a partir do fortalecimento das discussões sobre as atividades que realiza em cada um de seus segmentos”, destaca a Professora Kátia. Para tanto, ela reforça a importância da participação em massa nas ações de forma sistêmica e permanente, como palestras para sensibilização da comunidade acadêmica, reuniões, seminários, acompanhamento e ampliação da divulgação das ações empreendidas. Atividades que vem sendo promovidas pela comissão.


Numa universidade do porte da FIED, “comunicar essas ações empreendidas pela CPA é fundamental para aproximar mais os membros da comunidade acadêmica das práticas avaliativas realizadas”, afirma o professor Silas Lima, que também integra a Comissão. Em concordância, a coordenadora da CPA ressalta a importância de todos os atores institucionais participarem ativamente do processo de efetivação da autoavaliação.


“Somente com a participação de todos, estaremos de fato fortalecendo democraticamente nossa autonomia e melhorando os serviços prestados na instituição para que possamos continuar ofertando a melhor qualidade de ensino na Serra da Ibiapaba”, pontuou a Coordenadora da CPA, que também é pedagoga.


Ela ressalta que quando estudantes, servidores técnico-administrativo, coordenadores e docentes compreenderem o papel da avaliação institucional, como ela contribui para a melhoria da instituição e como cada um, individualmente, está implicado na autoavaliação ela estará de fato cumprindo seu papel: identificar para que seja melhorado. Além da união de todas as instâncias em torno dos processos avaliativos, o Professor Silas alerta para que “as ações de avaliação não sejam vistas ou interpretadas como algo ruim ou de caráter punitivo”. O professor acrescenta ainda que o processo “apresenta benefícios, pois permite identificar fragilidades e ressaltar as potencialidades para o desenvolvimento e crescimento da instituição”. Ele também entende que a CPA tem papel fundamental para sugerir políticas de gestão que busquem promover a excelência na Faculdade.


O último ciclo avaliativo da CPA ocorreu entre os dias 07 de Maio a 16 de Junho, tendo suas ações intensificadas durante as ultimas semanas, começando pelo "Dia D" do processo avaliativo, em 05 de Junho, quando a Comissão promoveu uma série de ações de conscientização em todos os campi da faculdade e em diferentes turnos, o que resultou no aumento da adesão dos estudantes ao processo avaliativo.

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page