Projeto Arquitetônico

HERBET RENAN

A atividade #002 A CASA, da disciplina de Projeto de Arquitetura I, consistiu em uma residência unifamiliar. O conceito do projeto é de ambientes interativos e comunicativos, atendendo o programa de necessidades da família.

O partido adotado foi a setorização dos ambientes sociais e privativos. Os primeiros abrigados no térreo trazendo total integração no grande vão proposto, fazendo a comunicação entre as salas e cozinha. Ainda no térreo foi proposto uma áreas de lazer, onde o desenho apresenta curvas referenciadas nas grandes obras do arquiteto Oscar Niemeyer. Já os ambientes privativos foram propostos no pavimento superior, garantindo um local mais reservado dos demais.

Os detalhes desse projeto foram pensados a fim de brincar com a arquitetura, quebrando a rigidez dos ambientes que estão localizados dentro da residência, com os movimentos harmônicos das curvas, fazendo o ambiente não menos importante dançar pela composição.

LIDSON PORTELA

A atividade #001 – O CUBO (Nadir Bonaccorso), foi uma atividade da disciplina de Projeto Arquitetônico I.

 O Objetivo é subtrair massa de um volume cúbico com o intuito de propor um local para contemplação (mirante). O local proposto do cubo era em uma encosta na serra da Ibiapaba, em Tianguá – CE.

A serra da Ibiapaba é um local bastante procurado por aventureiros que gostam de acampar e/ou fazer trilha, são pessoas que amam estar em contato com a natureza, a proposta contempla pontos visuais importantes, nascer e pôr do sol, além dos paredões rochosos, de forma a integrar o meio ambiente construído com o natural, proporcionando a sensação de liberdade. No segundo pavimento os observadores podem contemplar o céu estralado durante a noite.

Para que o cubo ficasse alinhado diretamente com a visão do horizonte e se encaixasse na topografia, está proposto um balanço apoiado em uma curva de nível.

O resultado final foi um mirante com espaços abertos e uma forma simples que possui uma característica única.

LUZ VIEIRA

ATILA

O projeto teve uma forte inspiração do bismuto e as suas formas geométricas padronizadas para desenvolver de forma eficiente e prática a planta baixa do térreo, 1º pavimento e o formato da piscina, priorizando ofertar o melhor conforto aos moradores.

No térreo tem a possibilidade e integrar a cozinha, o bar, a sala de jantar, o lavabo, a sala de jogos de mesa, a garagem e o deck com churrasqueira, forno de pizza, a piscina e hidromassagem, criando um amplo ambiente social. O térreo foi pensado na integração do portador de mobilidade reduzida, Maycon, irmão Josué que sofreu um acidente de corrida de carro (Nascar), onde logo depois se dedicou a culinária se tornando um pizzaiolo. Continuando no térreo, o seu layout foi pensado na forma de integrar o portador de mobilidade reduzida, como por exemplo a sala de estar e jantar, para que possa manobrar a cadeira de rodas de forma que ele esteja incluído com os demais ocupantes da residência, a cozinha possui uma bancada de trabalho e o forno de pizza que estão adequados a sua condição física priorizando o conforto e praticidade. Continuando no térreo, também se localiza seu quarto possuindo um banheiro adaptado, priorizando ofertar um melhor conforto, também se localiza o quarto de empregada próximo a área de serviço.

Josué é casado com Patrícia, é empresário, possuindo um escritório em sua própria casa, localizado no 1º pavimento, neste espaço ele acompanha e investe na bolsa de valores. Patrícia sua mulher é dona e chefe de um restaurante, por isso não abre mão de possuir uma cozinha para poder cozinhar para família em algumas ocasiões.

 O casal possui três filhos, Leonardo que faz faculdade de Engenharia Mecânica sendo o filho mais velho, Jonas que estar cursando Medicina sendo o filho do meio, ambos gostam de praticar Mountain Bike, surgindo a necessidade de um espaço maior na garagem para poder guardar a suas bikes. Sthefany é a filha mais nova, que está no 9º ano e pretende fazer a faculdade de Direto. Como os estudos são uma prática muito recorrente na vida dos filhos, surgiu a necessidade de uma área de estudos para ambos no 1º pavimento, nele também se localiza os quartos dos filhos e do casal com acesso a varanda, também possui um quarto de visitas e uma sala de jogos eletrônicos, se configurando um ambiente mais íntimo.

A residência se chama “Cazul”, união das palavras casa e azul, onde é uma das cores que o bismuto pode criar quando cria as suas formas geométricas.

JOSÉ E ANA JÚLIA

                            Partido Arquitetônico

Como uma folha verde no meio das cidades de concreto, assim é uma arquitetura que tem por partido voltar ao seu arquétipo natural, tendo a natureza como a mãe da arquitetura, trazendo assim, a vida. Parece ser pequeno, mas se destaca em meio a sufocante e monótona rotina.

Dessa forma, têm-se além de uma exuberante ornamentação uma árvore que torna-se o eixo principal da construção, que na qual distribui todos os cômodos da residência, tornando enfatizada a experiência sensorial e visual da natureza, proporcionando um convite a contemplação, ao relaxamento e liberdade sob a sua singela copa perante todo o caos presente no fluxo do dia a dia.

 A arvore cumpre ainda um papel imprescindível de gerar nas pessoas uma mudança de perspectiva sobre a vida, o contato com a natureza “que os clientes tanto desejavam”, refletindo assim a personalidade naturalista dos clientes em cada detalhe da residência de modo a não restringir o projeto apenas a uma “mera junção de tijolos”, mas uma notória arte para os olhos e para a compreensão, um abrigo.

RAQUEL SENA

A Residência SW representa na prática a leveza, funcionalidade e a beleza do simples. Dividida em dois pisos, foi possível atingir os objetivos do projeto, que era a integração, contato com o externo e o conforto. Para isso, foi pensado em ambientes sociais, como salas e cozinha, com bastante aberturas e com grandes espaços. Na parte íntima não foi diferente. Logo, foi projetada uma varanda que abraça os quartos e a copa. Desse modo, de todos os ambientes é possível ter uma vista para a natureza no entorno e ter nesses espaços, lugares agradáveis de habitar.